Desejo de Matar. A Verdade Sendo Dita!


Olá! E aí!? Já está preparado para ler sobre um maravilhoso filme de ação? É isso aí, se você visitou algum outro site ou blog (como eu fiz, rs) você vai ver que a crítica é em sua maioria, para não dizer toda, é ruim. Eu, talvez por ser do contra, ou ser mais razoável, vai saber, discordo totalmente da maioria.

Vamos começar! O filme na verdade é um remake de um filme do mesmo nome com o ator Charles Bronson nos anos 70 e com três sequências: Desejo de matar 1, 2 e 3. Esse ano o ator que fez o papel foi o grandioso Bruce Willis - Cá entre nós, não existe filme ruim com esse cara - Bruce faz o papel de Paul Kersey.

Bom, Paul tem uma vida ótima e invejável, ele, sua esposa e sua filha viviam em um certo luxo com o salário de médico, profissão de Paul. No dia de seu aniversário Jordan Kersey (interpretada pela lindíssima Camila Morrone) e  Lucy Kersey (Elisabeth Shue) foram para casa preparar um bolo em comemoração, mas não esperavam que três assaltantes invadissem a casa. 

Depois de umas desavenças os assaltantes atiraram matando Lucy a esposa de Paul e deixando Jordan a filha em estado grave. Nem preciso dizer como foi duro, ainda mais que Paul soube de tudo em primeira mão.



E é aí que começa a polêmica. Logo no enterro da esposa o Genro de Paul diz o seguinte:

Se um homem quer realmente proteger o que é seu: Ele precisa faz-lo por conta própria.

Começa a lambança. Bruce Willis faz o que sabe fazer. Depois de esperar a polícia resolver o caso  descobrir como são negligentes Paul decide que a justiça tem de ser feita pelas próprias mãos.

Tá bom, mas o que tem de errado com o filme. NADA! A crítica parte principalmente de pessoas que tem uma opinião desarmamentista, opinião essa que o filme contesta totalmente.

O filme consegue denotar a demora da polícia, e o fato de ela só chegar depois que o crime é cometido. isso influência a compra de armas por paul, pois ele percebe que se tivesse uma família armada ou estivesse portando uma, talvez nada daquilo tivesse acontecido.




A crítica veio de opiniões políticas, o que eu acho extremamente errado. Culparam este por ter um homem branco, armado, e de classe média. Ora, mas o que isso tem a ver com a qualidade do filme que é mostrada imensa.

Bom, esse é um dos melhores filmes lançados em 2018, mas com pouca divulgação. Eu assistira milhares de vezes. O conteúdo é forte com cenas de morte explícita, para quem ama ação, com um drama de começo um pouco forçado, mas com boas características. 

Minha única crítica desfavorável foi o tempo de filme. pareceu que a história não coube naquele curto tempo, acredito que podiam alongar para um remake do 2 e assim por diante. rsrs.

Recomendadíssimo, assistam, se gostou ou não deixa nos comentários, se já assistiu diga o que achou. Valeu e até a próxima.